AUDIÊNCIA NAS RÁDIOS AM TEM AUMENTO DURANTE AS MANIFESTAÇÕES

Uma pesquisa realizada pela UPX Technologies, empresa pioneira em Streaming no Brasil, observou um aumento significativo na audiência das emissoras de rádio durante as manifestações iniciadas no dia 13 de março, em decorrência da repercussão da Operação Lava Jato. No estudo, notou-se que as emissoras AM e FM que utilizam o Streaming da UPX para transmitir o seu conteúdo ao vivo na internet, tiveram um aumento médio de 45% na audiência durante este período.

O que chamou mais a atenção da empresa foi o aumento do número de ouvintes principalmente nas rádios AM. “Quando um país se alinha numa pauta nacional, já é esperado um aumento de audiência na rádiodifusão, mas a novidade desta vez é a predominância do aumento nas rádios AM quando comparada com as FMs”, afirma Bruno Prado, CEO da UPX. De acordo com a pesquisa, uma das rádios AM chegou a ter um aumento de 300% se comparadas as datas de 16 de fevereiro e 16 de março de 2016 (dia em que a Av. Paulista ficou 24h fechada por manifestações contra o ex-presidente Lula).

De acordo com a UPX, a justificativa para este acontecimento é o fato de as rádios AM oferecem um conteúdo de natureza diferente da FM. “Enquanto muitos radialistas fazem política como profissionais da rádiodifusão, mobilizando governos, entidades e ouvintes, as rádios AM costumam ter grandes âncoras e colunistas que ofertam conteúdos opinativos”, explica Bruno. Durante as manifestações, as rádios AM se dedicaram por mais horas seguidas à cobertura das manifestações do que as rádios FM, que executando as All-news, se detiveram a fazer boletins e chamadas.

Atualmente as Rádios AM e FM enfrentam alguns desafios, como por exemplo, a qualidade de áudio e a área de cobertura, que ficam cada vez menores devido às interferências de outras tecnologias e a disseminação de rádios piratas. A migração para a Rádio Digital seria uma solução, se o mercado ainda não estivesse incrédulo quanto à adoção desta nova tecnologia no Brasil. Prova disto é a TV Digital, que já possui amparo legal, datas de sunsetting e incentivo fiscal para a troca de aparelhos, mas ainda tem fracas adesões e sofre repetidos adiamentos de sunset pelo governo.

Em meio à consternação nacional com a política, as pessoas querem ouvir e serem ouvidas, buscando conteúdos que possam, antes de tudo, informar sobre os fatos. Para isso, cada vez mais elas estão utilizando a internet, que oferece um leque muito mais amplo de opções. Enquanto 50% dos lares brasileiros têm internet, menos de 50% deles têm rádio AM/FM em funcionamento.  

Podemos então afirmar que a solução imediata é o Streaming, tecnologia que realiza a transmissão de áudio na internet. Hoje a internet já é onipresente nos telefones celulares e o Brasil possui mais de 1 telefone per capita. Além da cobertura mundial, o Streaming oferece qualidade de áudio HD em smartphones, tablets e computadores, otimizando a experiência do usuário final que, com apenas alguns cliques, consegue acessar web rádios localizadas em diferentes lugares do mundo.

Conheça o Streaming da UPX!