Dia das Telecomunicações: entenda como a internet chega até você

, ,

Dia 05 de abril, considerado o Dia das Telecomunicações, foi instituído para lembrar da importância da tecnologia para encurtar a distância entre as pessoas, e é inegável que, entre todos os meios de comunicação existentes, a internet assumiu o protagonismo nesse desafio com o passar dos anos. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no início de 2017 o Brasil contava com 116 milhões de pessoas conectadas à rede mundial de computadores – o equivalente a 64,7% da população com idade acima de 10 anos.

Essa conexão, que chega nas residências e nas empresas, pode parecer simples e descomplicada na hora de abrir os sites, e-mails, redes sociais e trocar mensagens, mas existe uma grande complexidade operacional para que o sinal chegue até o dispositivo. A UPX Technologies aproveita a data para explicar como a infraestrutura da web funciona e as diferenças entre Provedores de Acesso à Internet (ISP – Internet Service Provider), os Provedores de Trânsito IP (ITP – IP Transit Provider) e as Operadoras de Telecomunicações, que atuam em conjunto para que, quando um usuário digita um site em seu navegador, ele consiga acessar. Entenda:

ISP – criam e operam toda a infraestrutura para garantir a cobertura contínua de curtas distâncias, como ruas, condomínios, quarteirões e bairros, administrando a rede que chega até o imóvel do cliente.

ITP – interligam os provedores do mundo todo, comercializando o acesso no atacado e não costumam atender o usuário final, seja ele residencial ou corporativo. No Brasil, a cobertura é pontual, ocorrendo em aproximadamente 68 localidades.

Operadoras de Telecomunicações – sua infraestrutura é responsável por todo o cabeamento submarino entre regiões e continentes, torres, rádio-enlaces, fibras óticas e satélites. Sua atuação se dá no aluguel de seus serviços para que os ISPs e ITPs criem sua área de cobertura. Além disso, empresas de segurança digital também fazem uso da estrutura das Operadoras para fornecerem suas soluções.

Apesar de interligados, cada um tem o seu papel na cadeia de fornecimento de acesso à rede. A internet como conhecemos se dá na camada do ITP, porém, a conexão é entregue nos domicílios e empresas pelo ISP, que aluga o serviço dos Provedores de Trânsito IP e pagam por porta conectada, ou seja, cabeamento de um para o outro, e a velocidade máxima em megabits por segundo.

Existem, entretanto, alguns grupos econômicos que atuam tanto como ISPs, ITPs e Operadoras, como Oi, Telefonica (Vivo, Telxius e GVT), Claro (Embratel e NET) e Grupo TIM (TIM Celular, TI Sparkle e Live TIM). Nesses casos, as empresas são responsáveis por toda a infraestrutura desde o cabeamento intercontinental até a administração do acesso que chega ao imóvel do cliente. Muito embora esses grupos sejam referência de mercado por acumularem todos os papéis, existem outras empresas de menor porte que atuam em apenas uma das vertentes e que acabam sendo até mais especializadas e eficientes.

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário abaixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *