20% da Internet brasileira já adotou o ipv6: por que isso é importante?

,
ipv6-no-brasil

O que é o IPv6?

O IPv6 é a versão mais atual do protocolo de internet (IP) – forma de comunicação responsável por endereçar e encaminhar os pacotes que trafegam pela rede mundial de computadores. Sua implantação acontece gradativamente e, por algum tempo o IPv6 funcionará em paralelo com o IPv4.

Para efetuar a atualização para o IPv6, deve ser levado em conta o balanceamento da carga da rede e a transição dos serviços existentes, além de se preservar a conectividade IPv4 na rede interna. Em longo prazo, o modelo antigo, que suporta cerca de 4,29 bilhões de endereços de IP estruturados em 32 bits, será substituído integralmente pela sexta geração do protocolo, que que atua em 128 bits e possui uma capacidade 340 undecilhões de dispositivos conectados, número suficiente para absorver uma demanda durante décadas.

A Internet Brasileira e o IPv6

Atualmente, 20% da internet brasileira já adotou o recém-criado protocolo, um índice que pode se considerar relevante diante de uma falta de fornecedores de infraestrutura que já aderiram ao novo modelo. Entretanto, percebe-se que existe esse movimento de migração, ainda que lento, porém fundamental para impulsionar a qualidade e continuidade de serviços de tecnologia. Entenda os motivos para que esse processo seja adotado com maior agilidade:

  1. IoT (Internet das Coisas, em inglês)

Em um futuro no qual a computação estará presente em todos os momentos, a tecnologia atuará em dispositivos inteligentes capazes de interagir de forma autônoma, visando à facilidade na realização de processos pessoais e corporativos, o que otimiza os resultados e o tempo gasto para performar uma ou mais ações. Com uma quantia volumosa de endereços, o IPv6 é necessário para a concretização desse cenário. Apesar de a IoT já ser uma realidade em alguns dispositivos, o novo protocolo permitirá o surgimento de mais aparelhos e funcionalidades.

  1. Expansão da rede e qualidade dos serviços

A inclusão digital e a velocidade do crescimento das redes móveis (3G, 4G, 5G) realçam a necessidade de um número maior de IPs. Com o aumento constante de usuários e redes, a demanda pelo amadurecimento em artifícios como VoIP, streaming de vídeo e áudio em tempo real, transmissão de arquivos, entre outros, progride constantemente, o que traz a necessidade na melhoria nos serviços. O IPv6 tem suporte aprimorado para as classes de funções diferenciadas, sendo capaz de torná-las superiores.

  1. Encriptação

Diversas extensões no IPv6 permitem maior suporte em relação às opções de segurança, como autenticação, integridade e confidencialidade dos dados, fatores que reforçam a precisão e a segurança do tráfego.

A implantação do novo protocolo pode servir como porta de entrada para a criação de novos serviços, atendendo à demanda necessária para que a revolução digital se mantenha em ritmo acelerado. Para tal, a busca e a fomentação por mais fornecedores de infraestrutura web capacitados e compatíveis com o IPv6 torna-se essencial para a qualidade na disponibilidade dos serviços.

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário abaixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *