Protocolo TCP/IP: por que ele é um dos mais importantes da internet

Protocolo TCP/IP: por que ele é um dos mais importantes da internet

O protocolo TCP/IP é fundamental para o funcionamento da internet, por isso, é importante contar com estratégias de proteção.

O funcionamento da internet depende do protocolo TCP/IP. Suas características e vantagens possibilitam que haja uma comunicação de computadores e equipamentos via rede, como servidores e roteadores. Nesse sentido, é um assunto que merece atenção e cuidado.

Além disso, é interessante entender como alguns ataques abusam do TCP/IP. Um exemplo disso é o DDoS e sua atuação em estratégias volumosas de ataque, explorando as próprias diretrizes dos protocolos. Ao conhecer isso, o profissional consegue se preparar para se proteger melhor contra esse tipo de ameaça.

Se quiser saber mais sobre isso, não deixe de acompanhar!

O que é o protocolo TCP/IP?

Os protocolos TCP/IP são na verdade uma conjugação de não apenas dois, mas vários protocolos que fazem a internet funcionar. Foram criados com o intuito de permitir a comunicação de computadores de marcas distintas, por isso, sendo fundamentais para o protótipo da ARPANET, que viria a se tornar a internet.

Os dois principais padrões nessa suíte são o TCP e o IP. O TCP é um protocolo orientado à conexão e tem como propósito garantir que o destinatário receba todos os pacotes, seja um PC ou servidor. Já o IP se encarrega de estabelecer a conexão entre a origem e o destino, de modo a garantir que as mensagens sejam encaminhadas ao local certo.

A garantia oferecida pelo TCP se baseia nas suas verificações. Além de enviar os pacotes, o protocolo verifica se ele chegou ao destinatário e na sequência exata.

Aliás, falamos em sequência porque o TCP/IP envolve os chamados datagramas, que são fragmentos de uma informação que transita pela rede. Os datagramas são desmontados no endereço de origem, trafegam por rotas diferentes e chegam ao destino para serem montados novamente.

Além disso, o TCP se destaca pelo seu controle de fluxo e condições de transmissão, controle da conexão entre dois pontos e verificação de erros.

O TCP/IP está dividido em quatro camadas principais. Aplicação, transporte, internet e enlace ou física.

A camada de aplicação diz respeito ao nível em que o usuário manipula sistemas, como uma ferramenta de e-mail. É onde ocorre a primeira etapa da requisição. Então, ela passa para a de transporte, que estabelece a conexão entre os pontos e desmonta a informação em pequenos datagramas para trafegar na rede. Para garantir a conexão, há o uso de portas de comunicação.

Na camada de internet, é onde se encontram os endereços de origem e de destino. Já na camada de enlace, existe a associação física entre os equipamentos propriamente ditos. Por exemplo, cabos ethernet, Wi-Fi, modem etc. Na camada de enlace, ocorre também a tradução de endereços lógicos para físicos e o controle das condições do tráfego.

Qual a importância do Protocolo TCP/IP para o funcionamento da internet?

Como falamos, o TCP/IP é instrumental para a internet. O grande destaque é sua capacidade de permitir comunicação sem grandes gargalos, o que favorece uma infraestrutura que depende dessa conexão a distância e em larga escala. A confiabilidade possibilita que haja download e upload de informações.

Além disso, a suíte de protocolos é padronizável e multiplataforma. Praticamente todos os sistemas operacionais apresentam suporte a esses padrões, por isso, é fácil que sejam utilizados por todos em uma rede mundial.

A capacidade de controle de transmissão também torna o protocolo fundamental para a grande rede. Afinal, o TCP/IP verifica as condições de tráfego e direciona os pacotes para diferentes rotas se for necessário, evitando que haja gargalo com rotas congestionadas ou inativas. Desse modo, o aspecto seguro e rápido da comunicação na web é estabelecido.

Quais são suas implicações relacionadas aos ataques DDoS?

Se falamos da importância dos protocolos para a internet, temos que falar da suscetibilidade diante de ciberataques também. Os ataques de negação de serviço (DDoS), por exemplo, são um dos que podem ser orquestrados visando as características do TCP/IP.

Um exemplo disso é SYN Flood, uma sinalização em TCP utilizada para iniciar a comunicação entre dois hosts. Consiste em aproveitar a regra do three-way-handshake do TCP/IP, em que, para que dois hosts se comuniquem, eles precisam estabelecer uma comunicação prévia de três fatores. O emissor envia uma mensagem, o receptor envia uma resposta, ao passo que o emissor envia novamente outra mensagem.

A abordagem criminosa consiste em enviar excessivas requisições iniciais e esperar que o alvo responda todas elas. Em seguida, os dispositivos maliciosos não respondem de volta e deixam o alvo sempre no aguardo. Então, quando um cliente precisar efetivamente acessar os serviços, a vítima estará indisponível, aguardando as respostas para o handshake.

Outro caso é o HTTP Flood, que atinge essa suíte porque o HTTP é um protocolo da camada de aplicação do TCP/IP. Essa ação combina requisições de GET e POST para exceder o número de solicitações e gerar inatividade no sistema-alvo.

Por que é importante contar com empresas especialistas para aumentar a segurança da sua rede?

Diante do que vimos, torna-se importante destacar a necessidade de apoio de quem é especialista. Afinal, com o uso comum do TCP/IP, é fundamental que haja um combate às ameaças que podem ocorrer com as regras do protocolo. Isso inclui monitoramento da rede, ação preventiva e mitigação com o uso de ferramentas inteligentes para identificar e filtrar tráfego suspeito.

A partir de um estudo cuidadoso e detalhado da situação, os especialistas conseguem chegar à melhor abordagem em cada caso. Então, são capazes de restabelecer a normalidade de uma rede e de serviços, com a garantia de que os sistemas estarão sempre disponíveis. 

O protocolo TCP/IP é extremamente importante para o funcionamento da grande rede. Sua confiabilidade e segurança favorecem o uso em escala mundial para conexão de computadores. Contudo, o seu uso também evidencia algumas brechas que possibilitam a ação de criminosos, como em ataques DDoS. 

Para proteção devida, é fundamental contar com o apoio de empresas especialistas, como a UPX que desenvolveu uma solução própria, reconhecida por grandes provedores e bancos, com análise avançada dos pacotes, comportamento de tráfego, análise de contexto e uso de Inteligência Artificial para correlacionamento de pacotes e identificação padrões de tráfego malicioso.

Gostou do conteúdo? Entre em contato com a UPX e saiba como podemos ajudar na proteção da sua empresa no mundo online.


Leia mais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades da UPX!